Com todas as medidas de segurança e restrições impostas no acesso ao seu interior, o Circuito do Estoril tornou-se neste fim‑de‑semana, no primeiro traçado europeu a receber uma competição de desporto motorizado na Europa, na sequência do gradual desconfinamento de Portugal da pandemia do Covid-19.

Esta “première” foi abrilhantada pela presença do nosso representante máximo no MotoGP (Miguel Oliveira, piloto da Red Bull KTM Tech3) que, para gáudio de todos, não deixou passar a oportunidade de vir treinar tendo em vista o ansiado (re)início do mundial previsto para Julho próximo.

Felizmente a meteorologia esteve de feição, tendo proporcionado um fim-de-semana perfeito para a modalidade o que veio ajudar na estreia do Troféu Naked Bikes (TNB), onde as Z900 da ZCUP se juntam às potentes Aprilia 1100V4RR da Tuonocup.

Treinos Oficiais – sexta-feira, dia 5

Os treinos que a FMP proporcionou vieram “mesmo a calhar”, pois com o confinamento não houve tempo para afinar motos, para não falar da falta de rodagem em pista que todos ansiavam recuperar.

As largas sessões em pista, serviram para perceber que o confinamento não é amigo da performance física, mas vieram mesmo a calhar para recuperar (parte) do tempo perdido.

Foi também uma excelente oportunidade para os rookies (na Velocidade Moto), 2 de entre os 6 da Zcup, se ambientarem ao ambiente de corridas e irem evoluindo em todas as frentes.  A evolução destes foi surpreendente e ainda bem, mas já lá vamos.

Quem não pôde alinhar, foi José Fernandes (#26), por estar confinado em Cabo Verde. Esperemos que a pandemia termine em breve naqueles lados e que ele se junte a nós brevemente.

TNB Corrida 1 – Sábado dia 6

Atrás de Anselmo, que não conseguiu superar os mais rápidos das Zs, ficaram Pável Bohdanov (#7) e Hélder Monteiro (#50), este a ter uma fantástica estreia no troféu ao superar Miguel Sousa (#57), Ricardo Pires (#14), ambos das Zs, seguidos de Jorge Figueiredo (#69), outro rookie da Tuonocup! Jorge Montereal (#99) fechou a classificação e foi o único piloto dobrado nesta sua estreia na ZCUP, devido à dificuldade em se habituar à caixa invertida. Teve um comportamento exemplar na bandeira azul e está de parabéns como todos os rookies nesta estreia!!

Na ZCUP, Miguel Vilares, vencedor do troféu em 2018, voltou às lides partilhando a moto #1 com o vencedor de 2019 e mostrou que quem sabe não esquece, tendo vencido a sua classe e classificando-se também em 3º do TNB, superando a maioria das Tuono! Logo atrás dele, ficou Luis Franco (#22) que não conseguiu encontrar o seu ritmo habitual, mas tendo conseguido mesmo assim o 4º do TNB, superando também várias Tuono. Em terceiro das Zs, ficou o vencedor do troféu em 2016, Miguel Sousa (#57) depois de muito batalhar com várias Tuono o que só mostra que o talento e a experiência fazem mais diferença que as capacidades das máquinas! Ricardo Pires (#14) veio a seguir tendo conseguido superar a última das Tuono.

Nota: devido à pequena adesão à classe TLC, a FMP decidiu excepcionalmente, juntar esses poucos participantes ao TNB, passando aqueles a ter de cumprir com as regras deste, nomeadamente, com o específico procedimento de partida e o limite máximo de qualificação (120% do tempo da pole).

TNB Corrida 2 – Domingo

Na 4ª posição da geral, ficou Vicente, agora na Z de Vilares (#1). Vicente ainda fez o holeshot, mas a liderança da corrida durou só até à travagem da parabólica interior, tendo sido aí ultrapassado por Vilares na Tuono #62, e depois pela Tuono de Amaral na 2ª volta. Vence assim a ZCUP com o 3º lugar do TNB, com Luis Franco que, com outro ritmo, repete o 2º lugar na ZCUP apesar de uma partida menos boa, conseguindo até registar o melhor tempo das Zs desta corrida: 1:52,936 – 5º melhor tempo de entre os 11 participantes da TNB. Piloto é piloto!!

Um motivado Ricardo Pires (#14), consegue o 3º lugar de entre as Zs, começando assim a época da melhor forma! De realçar que Pires manteve o 6º lugar à geral até à 7ª volta! Muito bom!! Sousa segue-o na linha de meta em 4º das Zs, superando Montereal. Este ao resolver o seu problema com a caixa de velocidades, entrou no ritmo, tendo melhorado significativamente o seu tempo, conseguindo não ser dobrado e resistir à Tuono de Vilardebó. Temos piloto!!

Depois deste arranque de época, Franco lidera a ZCUP e assegurando o 4º lugar no TNB.

De realçar a performance do rookie Jorge Montereal (#99) que descobria o mundo da Velocidade moto pela 1ª vez, tendo evoluído ao longo de todos os 3 dias, e trazendo uma nova “vibe” que muito vai animar o TNB nesta época. Franklim Oliveira (#77), infelizmente não pôde alinhar devido a uma tragédia familiar que aconteceu neste fim-de-semana. O paddock da ZCUP aguarda o seu regresso já na próxima corrida.

Foi um fim de semana de corridas com muitas estreias e histórias que se irão somar às que os próximos 5 fins-de-semana e 10 corridas irão proporcionar nesta época, até Outubro (ver Calendario Zcup).

Depois do Estoril, o TNB com a TUONOCUP e a ZCUP, rumam ao Autódromo Internacional do Algarve no próximo dia 19 de Junho onde, tal como desta vez, irá ser adicionada a sexta-feira de Treinos Oficiais. Até lá revejam as histórias e vídeos publicados nos media, nas apps líderes das redes sociais e nos websites da ZCUP.

 

Galeria de fotos por Victor Schwantz Barros e Hellofoto